[sobreventos]

O vento se dispersa pela sua rapidez ou é apenas uma característica?

[semi-ficção documental de folhetim do herói entre dois mundos]

leave a comment »

No peito a dor encharca os espaços de um corpo tomado pela inconstância, como se buscasse caminhos para que pudesse fazê-lo respirar. Mas não há ar. Só esse vazio que se forma dos gritos não dados, dos desejos incontidos, das palavras guardadas e das inúmeras ausências. Aprendi-o assim.

Talvez essa dor inconstante trazida pelo humor do tempo tivesse um peso diferente se pudesse refazer os caminhos que tive. Mas talvez mesmo ela seria outra dor. Possivelmente, se tivesse evitado encontrar o inesperado, a dor fosse a da incompletude. Não igual a esta que hoje sinto. Mas uma outra, parecida com a da incompetência de existir, de não travar uma guerra interna que aprendi-a ainda em tenra infância.

Mas aqui ela está, embrulhada num emaranhado de carne, sangue e pelos, atraentemente fétidos pelo labor do dia. E com ela eu caminho pela rua buscando as cores de uma cidade cinza até encontrar você que me atravessa com o olhar sempre atento. Que tal um unguento para passar no peito? Pergunta ele, com o corpo coberto pelo manto ocre que o torna sinistramente mágico. Como um presente, pressentindo minha falência, ele me envolve nos braços e por um breve instante eu sinto o mundo apagar e a dor sumir. Vem, eu te levo! E eu sempre vou!

Mas ao fundo, mesmo afastado pela sua presença, o vazio que aprendi antes de você chegar sente orgulho do seu encanto de sereia que não permite opção ao pescador. E a ele eu também sempre vou!

Anúncios

Written by Marcos Corrêa [Kiambu]

[12, dezembro | 2013] às [1:20 am]

Publicado em [tempestidades]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: